Skip to content

História

História ›› Resumo   Pré-História   Fundação   Temporada 2008   Temporada 2009

TEMPORADA 2008 (março 2008 – dezembro 2008)

Amistoso da Pré-temporada

O amistoso da pré-temporada no dia 15 de março de 2008 marcou a primeira partida do time. De novo o adversário foi o Farrapos com o jogo sediado no estádio do Cerâmica A.C. em Gravataí. Foram realizadas, na verdade, duas partidas–uma mais competitiva e uma outra um jogo-treino para dar opportunidade aos novatos jogar. No jogo principal, o time entrou em campo com seus americanos e dois visitantes americanos. O Farrapos, com um dos craques do estado arremessando, venceu por 8 a 5 com a atualização do time sendo um pouco menos que esperado. Depois, no segundo jogo, quatro iniciantes brasileiros tomaram seus lugares em campo enquanto o Farrapos experimentou com uns jogadores em posições novas. Para os novatos foi seu primeiro jogo já, e eles só treinaram pela primeira vez uma semana antes! Mas que surpresa! O desempenho deles superou todas expectativas!

Expectivas

Devido ao núcleo de norte-americanos, o Cerâmica não entrou em sua primeira temporada com as expectivas típicas de um time estreante. Não foi sem razão que seus adversários já considerou Cerâmica um candidato sério ao título e ficaram extra-motivados de vencer os americanos em seu próprio esporte. Contudo, as expectivas próprias foram desclaras. Foi difícil previsar a potencial do time com a maioria dos americanos tendo passado há muito tempo sua flor de idade para jogar e com os únicos dois com experiência em arremessar retardada pelas doras de costas e de braço. Naturalmente, a experiência técnica e o conhecimento tática dos americanos eram vantagens. As expectivas e previsões seriam melhor formados após a primeira partida contra o campeão inédito, o Bromos de Pelotas.

Estreia no Campeonato Estadual

O time estreiou no campeonato estadual fora de casa, viajando a Pelotas para uma dupla de partidas contra o atual campeão Bromos. A história do time começou bem quando na primeira partida o primeiro jogador ao bastão para o Cerâmica conseguiu uma rebatida e depois completou a volta para marcar a corrida (ponto) inédita do time. Não foi um jogo perfeito devido aos desempenhos abalados na parte da defesa e dos arremessadores, mas o ataque não mostrou nenhuma difículdade e dirigiu o time a sua vitória inédita por 17 a 14. Na segunda partida, com mais novatos em campo, os erros de defesa deixaram Bromos tomar conta da partida. Apesar de mais um show de ataque, o time sofreu sua primeira derrota, 16 x 24. Dado o adversário, foi uma estreia muita boa e deixou o time com muita esperança para as rodadas restantes.

Dificuldades e Abandono do Campeonato

Infelizmente, os desafios que enfrentam o crescimento e o desenvolvimento deste esporte já dificultou a segunda rodada quando Hunters (Santa Cruz do Sul) não conseguiram um campo para sediar as partidas contra Cerâmica no data marcada nem mais tarde do mês. Cerâmica virou atenção para o terceira rodada, suas primeiras partidas como mandantes. Mas as dificuldades continuaram quando na vespara das partidas ficou necessário adia-las devido a condição do campo depois uma semana de muita chuva. No mesmo tempo, como esperado, dois americanos saíram da equipe (um deles o co-fundador e treinador Lee) e a hora dos brasileiros foi chegando.

As chuvas de inverno complicaram os treinos, e Cerâmica, como todos os times, não conseguiu treinar muito. E coisas piorou mais ainda para o campeonato quando Hunters avisou da sua desistência. Prosseguindo com três times, o Cerâmica foi em casa de novo na quarta rodada, mas seu adversário, o Bromos, desistiu por causa da falta total de treinos devido às chuvas. Com o estádio reservado e uma previsão para sol, Cerâmica convidou o Farrapos para realizar as partidas adiadas da rodada anterior. Eles aceitaram o convite, mas para amistosos em vez que partidas oficiais devido a indisponibilidade de alguns títulares. Os amistosos, mesmo sem significação no campeonato, tiveram outro significado para o Cerâmica. Com dois americanos indisponível jogar, os brasileiros tornaram a maioria da equipe. Com a esperada saída de mais dois americanos logo depois, uma metade da titularidade já pesaria sobre novatos que poucos meses antes nunca praticou o esporte e o time conteria sempre adiante uma maioria de brasileiros.

Infelizmente, a temporada realmente foi parada semelhante da temporada inaugural em 2007, mas esta vez com mesmo menos partidas realizados. As chuvas, a indisponibilidade de campos, e a desanimação resultante conspiraram contra o beisebol. Apesar de intenções de salvar a temporada, o campeonato eventualmente foi abandonado.

Parada Longa, Amistoso, e Grandes Questões

Junto com o campeonato, o Cerâmica ficou parada, passando por três meses sem treinos após o amistoso contra Farrapos. Mesmo sendo um ano turbulento para o Farrapos, o time do capital foi o único que não ficou parada muito tempo. Em outubro o Farrpos convidou o Cerâmica para um amistoso a ser realizado em Porto Alegre. O time aceitou e organizou-se com uma equipe de sete brasileiros e cinco americanos. A chuva forçou um adiamento e o jogo eventualmente foi realizado no final de novembro. Mais uma vez o Cerâmica perdeu ao time do capital, mas a derrota naõ vem como uma supresa dado a inexperiência em campo. Mesmo assim serviu como mais um passo no desenvolvimento dos brasileiros.

Contudo, no encerramento do ano, o futuro do time e do campeonato estadual foram incertos. O desenvolvimento dos novatos e o potencial que alguns mostraram foi gratificante para os treinadores do time. A vontade continuar não faltou, mas houveram uns desfios grandes para resolver. O maior desafio desde o começo no Rincão continuou: um campo adequado e disponível para os treinos e jogos. Apesar da esperança a parceria com Cerâmica deu, ainda faltava este base fundamental. O estádio teve poucos datas livre de futebol entre todos os times do clube, dos profisionais até as categorías de base. A marcação de jogos e, mais ainda, a remarcação de jogos adiados foi difícil até imposível. Com os treinos, a questão foi menos sobre um campo e mais de a disponibilidade e o compromisso dos jogadores e os treinadores para treinar semanalmente, o qual faltou em 2008.

O campeonato estadual tiveram as questões da permanência dos times (menos o Farrrapos) e do surgimento de liderança para dirigir e organizar o campeonato, o qual desapereceu ao longo do ano em parte devido às dificuldades dos times individuais que tornaram-se a prioridade. Consequentemente, “Haveria um campeonato estadual em 2009?” era uma pergunta muito válida.

continua ››

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: